top of page

Describe your image

press to zoom

Describe your image

press to zoom

Describe your image

press to zoom

Describe your image

press to zoom
1/10

IDOSOS, ADULTOS E JOVENS APRENDEM A LER E A ESCREVER

E VÃO INICIAR 2023 COM NOVAS POSSIBILIDADES

Na última quarta-feira,do dia 21 de dezembro eles receberam o certificado do Curso de Alfabetização promovido pela Autarquia Municipal de Ensino e parceiros. Na Aphas as aulas aconteceram na sede da Instituição sob a orientação da 
Professora Valéria Vanusia Lopes Tavares e tivemos como nossos alunos: Iolanda Oliveira de Sousa e Claudinei Emílio.

 

2023 será – de verdade – um ano novo para 21 jovens, adultos e idosos de Poços de Caldas. Eles poderão ler a bula do remédio, escolher seus pratos no cardápio, pegar o ônibus sem sustos, deixar bilhetes para os filhos e netos, assinar recibos e dormir acompanhados de seus livros de cabeceira porque, agora, já sabem ler e escrever. Em uma cerimônia emocionante, que lotou o auditório da Autarquia Municipal de Ensino na noite da última quarta-feira (21), eles receberam seus certificados do Curso de Alfabetização de Jovens e Adultos “Ações e Noções: ler e escrever em busca de novos horizontes”.

Os 21 alunos, de 23 a 76 anos, concluíram o curso de Alfabetização pelo Método Dom Bosco, realizado pela Autarquia Municipal de Ensino (AME), em parceria com a Inspetoria São João Bosco do Grupo Salesianos de Educação, Prefeitura de Poços de Caldas, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Superintendência Regional de Ensino e Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG).

Aos 76 anos, Dona Iolanda Oliveira de Sousa caprichou na letra da mensagem – pequena em tamanho, mas enorme em importância – que leu aos presentes. Num papel adornado de dourado, ela registrou pela primeira vez na vida seus votos de um Ano Novo repleto de alegrias.

“É uma vitória muito grande para essas 21 famílias. Todos os projetos da Autarquia são importantes, no entanto, este tem algo diferenciado, é muito grandioso justamente porque abre novas possibilidades”, destacou o diretor da AME, professor Carlos Roberto de Oliveira Costa.

Método


O curso visa atender pessoas que não puderam ser alfabetizadas na infância, entre trabalhadores, desempregados e comunidade em geral. Os alunos foram alfabetizados pelo Método Dom Bosco de Educação de Base, que trabalha com a associação e relação de ideias, favorecendo o raciocínio do aluno na organização e elaboração do pensamento. A metodologia recebeu esse nome em homenagem a São João Bosco, fundador da Congregação Salesiana e do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (Salesianas), que se dedicam à educação da juventude.

O objetivo do método, que alfabetiza em dois meses, é colaborar para que o adulto aprofunde a consciência crítica de si mesmo e de sua realidade e adquira as capacidades de ler, de escrever e de efetuar as quatro operações matemáticas fundamentais, como instrumento para melhor desempenho e valorização pessoal, familiar, profissional e social.

Os professores participaram de curso de qualificação específico sobre o Método Dom Bosco de Alfabetização, ministrado pelo Irmão José Pereira de Carvalho Filho, sob a coordenação da inspetoria São João Bosco de Belo Horizonte.

O curso está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), especialmente ao ODS 4 – Educação de Qualidade. “A Autarquia Municipal de Ensino e seus parceiros abraçaram este compromisso alfabetizador via aplicação do Método Dom Bosco de Educação de Base, visto que é um instrumento pedagógico rápido, eficiente e adaptado ao letramento, conhecimento de mundo e formação cidadã dos educandos”, disse a supervisora pedagógica da AME, Silvana Maria Jacinto.

Esta é a segunda turma do Curso de Alfabetização de Jovens e Adultos “Ações e Noções: ler e escrever em busca de novos horizontes”. Nesta edição, os professores foram: Débora Luzia Burgos da Silva, Valéria Vanusia Lopes Tavares, Édera Sassini, Maísa Aparecida Oliveira, Fernando Alexandre Leite, Daniela Marques Silva, Diego Cândido da Silva, Janaína Diniz Virga Costa, Daniela Gilaverte Matsumoni e Luis Antônio Alves.

As aulas foram ministradas em polos regionais, para facilitar o acesso dos alunos: E.M. Alvino Hosken de Oliveira, Associação de Promoção Humana e Ação Social (APHAS), E.E. de Ensino Fundamental e Médio (Escola Padrão), CAIC Professor Arino Ferreira Pinto, E.E. Edmundo Gouvêa Cardillo, E.M. Haroldo Affonso Junqueira, Colégio Municipal Dr. José Vargas de Souza, Universidade Estadual de Minas Gerais e E.E. Francisco Escobar.

 

21 festas


“Hoje não temos uma festa, temos 21 festas. É muito bom ver este salão repleto de pessoas que estão felizes pelo sucesso de um parente ou de um amigo”, celebrou o diretor da UEMG, professor Mário Ruela Filho.

Neste ano, 34 alunos foram alfabetizados pelo projeto. “A leitura é como o sol brilhante na vida da gente, nos tira da escuridão, nos torna cidadãos deste país maravilhoso, que começa aqui na nossa terra, em Poços de Caldas”, ressaltou a secretária municipal de Educação e presidente do Conselho Curador da Autarquia Municipal de Ensino, Maria Helena Braga.

A AME desenvolve diversas formações profissionais e, em 2022, deu início ao Curso de Alfabetização de Jovens e Adultos. “Sem dúvida nenhuma é uma grande alegria estarmos aqui comemorando esta formatura tão importante na vida das pessoas, é um descortinar para o mundo”, pontuou o vice-presidente do Conselho Curador da Autarquia, Nelson Damásio Ferreira.

Cerimônia


A solenidade de entrega de certificados contou com as apresentações musicais da Banda Wet Sun e da instrumentista Édera Sassini, que também é professora no curso de alfabetização. Diversos formandos fizeram questão de ler suas mensagens e até mesmo jograis foram organizados pelas educadoras para que cada um pudesse mostrar suas habilidades na leitura.

“Como é bom fazer parte deste projeto maravilhoso, que transforma vidas. O que resume o dia de hoje é a palavra gratidão”, resumiu a supervisora da Secretaria Municipal de Educação, Andréia Torraca.

Na solenidade, a aluna Lurdes Santiago Dias entregou uma compilação de textos de sua autoria, produzidos durante as aulas, à secretária municipal de Educação, Maria Helena Braga, e à supervisora pedagógica da AME, Silvana Jacinto. “Agradeço a cada pessoa que se dedicou para que o projeto fosse executado”, disse.

O formando Claudinei Emílio também pôde ler a mensagem escrita de próprio punho, universal: “Desejo um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de saúde, alegria e bênçãos a todos”.

Fonte: Prefeitura Municipal de Poços de Caldas

bottom of page